Notícias
Sábado Maio 27, 2017

Presidente da Venezuela denuncia plano dos EUA para bombardear Caracas

O presidente da Venezuela Nicolás Maduro denunciou nesta terça-feira (07) que o governo dos Estados Unidos pretende executar um plano para bombardear Caracas com balões cheios de papel higiênico e sabonetes. A Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) informou que abrirá fogo contra os balões. 

"Todo o poder de fogo da FANB será utilizado para destruir os balões", declarou o ministro de Defesa.

Durante uma manifestação que reuniu civis e militares, o presidente Maduro declarou que os ataques serão considerados uma "provocação política" e "uma declaração de guerra econômica". "Ao menor movimento ligado a este plano de bombardeio, as unidades da FANB lançarão sem aviso prévio um ataque militar fulminante", avisou Nicolás Maduro.

Maduro enfatizou que o governo venezuelano vai aprimorar o sistema de controle de preços para "acelerar a produção de papel higiênico local e acabar com o mercado negro".

 

"Repudiamos os ataques da direita golpista e dos inimigos da Venezuela. A lei da oferta e da procura será finalmente revogada na pátria bolivariana. Vamos acabar com a ditadura dos preços determinados pela 'mão invisível' fascista do mercado", concluiu Maduro.

Share