Notícias
Sexta Julho 21, 2017

Manifestantes comunistas exigem o retorno de Plutão ao sistema solar

Camaradas,

Em imensas extensões do espaço sideral e em todos os quadrantes do sistema solar desenvolve-se a luta de classes dos corpos celestes oprimidos pela sua libertação.

Como é de conhecimento de todos, um grupo de neoliberais astrônomos condenou em agosto de 2006, SEM DIREITO À DEFESA, o planeta Plutão à “segunda divisão” do sistema solar. Isso só foi possível porque esse bando de patifes, autonomeados donos da verdade astral, ignoram por completo a doutrina do Partido.

Todo militante bem doutrinado sabe que a Pedagogia Astrofísica do Oprimido, apoiada cientificamente na teoria marxista-leninista, explica claramente quem são os opressores e exploradores no sistema intergaláctico e qual o caminho para os planetas se tornarem livres, soberanos e independentes da ordem capitalista-privatista-imperialista-gravitacional.

Quando o camarada Miroslav Skrotchenko demonstrou que o sistema solar é capitalista, restou evidente, por tabela, que o rebaixamento do planeta Plutão à categoria de “planeta anão” foi mais um golpe discriminatório da direita astronômica mundial, que sempre conspirou para subverter a ordem igualitária e socialista do sistema solar.

Nas últimas semanas, a enorme máquina propagandista dos multimilionários mais uma vez tentou deturpar os fatos e impor sua visão obscurantista sobre os recentes acontecimentos na ordem celeste. Com o título bombástico “Mudança climática deixa Plutão mais vermelho”, o jornal O Globo tentou desviar a atenção das massas trabalhadoras do conhecimento real para o fictício.

A informação de que o camarada Plutão passa por um processo de Aquecimento Global sem precedentes na história é uma invenção inepta do princípio ao fim. Nem mesmo o camarada Al Gore conseguiria fabricar uma mentira inconveniente tão gritante como essa! (E se isso fosse verdade, a culpa pelo aquecimento seria, evidentemente, dos imperialistas da direita Plutoniana!)

Para esclarecer de forma inequívoca o que aconteceu no referido planeta, publicamos a seguir o comunicado do camarada Pablito, que relata com fidelidade os fatos:

“Camaradas, acho que uma nova revolução se aproxima, em Plutão, o pobre planeta que foi excluído pela elite científica” (Camarada Pablito, na comunidade Jornal Opinião Popular).

O que dizer dessa boa nova impagável, camaradas?

A mídia golpista não pode mais esconder das massas a Verdade! Não existe Aquecimento Global em planeta algum! Os dias da aristocracia celeste estão contados! A tempestade revolucionária contra a opressão no sistema solar é inevitável!
UMA NOVA REVOLUÇÃO SE APROXIMA! MORTE AOS IMPERIALISTAS!

Vamos denunciar na ONU e no Fórum Social Mundial as atrocidades cometidas pelos astrônomos reacionários! Exigimos o retorno imediato de Plutão ao sistema solar!

Corpos celestes oprimidos da Via Láctea! Uni-vos!

Plutão Livre! Free Pluto!

 

Share